Controle de Estoque

12/01/2022

5min

Fazer o controle de estoque do seu negócio, é importante, mesmo no caso de pequenas empresas e principalmente em caso de distribuidoras de alimentos. Afinal, é lá que está parte de seu patrimônio e estoque parado significa dinheiro parado. Por isso é preciso organização e otimização do estoque da sua empresa.

Gerir de forma correta o estoque da sua empresa auxilia no controle das finanças e garante um crescimento mais rápido e com saúde. E acredito que podemos ajudar, confere essas dicas:

Comece fazendo um inventário

Um ponto crucial no controle de estoque é manter o inventário atualizado. Saber o que se tem e a quantidade de cada produto. Com o controle de estoque em dia, você mantém o fluxo, com entradas e saídas atualizadas, além de evitar erros no futuro.

O ideal é que uma pessoa fique responsável por esse controle, caso seu estoque seja muito grande, como é o caso de uma distribuidora de cerveja atacado, uma equipe pode ser designada para essa tarefa.

Gerenciamento do estoque

Existem várias maneiras de se controlar um estoque, que pode ser feito de forma manual com o bom e velho kit papel e caneta ou através de softwares.

No caso de pequenas empresas, controlar o estoque pode ser facilmente realizado através de uma planilha no computador. O importante é tudo estar organizado em um único local e que toda movimentação, entradas e saídas de produtos, seja anotada.

Otimização e redução de perdas

O responsável pelo controle de estoque deve realizar esta tarefa da forma mais responsável e ágil para evitar quebras de estoque que podem atrapalhar vendas e gerar uma repercussão negativa para a empresa. Mas se por um lado a falta de um produto pode ocasionar a perda de uma venda, o estoque em excesso pode gerar prejuízos, seja pelo custo da armazenagem ou pela perda do produto por conta da data de validade, o que é extremamente prejudicial principalmente no caso dos fornecedores de alimentos.

Um produto com a data de validade vencida, pode representar uma dupla perda: a do produto e a da venda que deixou de ser realizada. Por isso é muito importante conhecimento, para garantir a quantidade correta de acordo com a rotatividade, levando em conta fatores como a sazonalidade, produtos em alta, entre outros.

Custos de armazenamento

Mesmo empresas menores e com um estoque mais reduzido, podem ter custos com armazenamento. Isso varia desde o espaço ocupado que poderia ser de outro produto com mais saída, a limpeza e conservação do local ou então em casos de produtos resfriados, como frios e laticínios no atacado, e congelados, o gasto energético para manter um produto que não tem saída mas ainda está dentro da validade.

Esses gastos precisam ser levantados na hora de controlar o estoque e podem servir como base na hora de pensar em aumentar o estoque.

Produtos parados e promoções

Mas sim, alguns produtos encalham! É nessa hora que entram as promoções, que são uma oportunidade para vender mais barato, conquistar novos clientes e abrir espaço para produtos com uma saída melhor.

Por fim, vale ressaltar que um estoque bem controlado, gera lucro. E com essa organização é possível gerar listas de compras dos produtos mais vendidos para que nada falte. A CotaBest tem uma ferramenta importante para te ajudar no controle de estoque que é a Lista de Compras. O funcionamento é simples: você cadastra os produtos que mais vende, como leite condensado por exemplo, e realiza a compra periódica para manter o abastecimento. Toda semana a CotaBest envia os menores preços e promoção de leite condensado ou dos produtos que desejar, aí é só comprar que você não fica mais sem estoque.

Deixe uma resposta

0 comentários

Ler depois

Compartilhar