Inteligência Emocional

15/01/2022

3min

Uma das principais virtudes que todo empreendedor deve desenvolver, além de desenvolver o melhor site de compras para os seus clientes, é a inteligência emocional.

Mas o que é a inteligência emocional? É a habilidade de lidar com as emoções, como a raiva, vergonha, medos. Ter o chamado “jogo de cintura” para lidar com as adversidades e principalmente conflitos pessoais e isso pode te ajudar nos momentos difíceis durante a sua jornada como empreendedor.

Esta habilidade é tão importante que até para a contratação de colaboradores, os gestores de RH utilizam como parâmetro para o candidato vir a ocupar uma posição na empresa.

Na jornada para empreender, é comum encontrar pelo caminho diversas adversidades e imprevistos que acontecem na vida pessoal ou profissional e que podem ter impacto direto nos empreendimentos. E nesse momento entra a inteligência emocional, que contribui para que o empreendedor tenha uma capacidade melhor de raciocinar e mantenha o foco na otimização de resultados e na resolução de conflitos.

Desenvolva sua Inteligência Emocional

Algumas atitudes podem contribuir para que você desenvolva sua inteligência emocional como veremos nos parágrafos a seguir.

O autoconhecimento é uma delas, e talvez o principal. Conhecer a si mesmo (gostos e aptidões) e saber o seu perfil empreendedor ajudam na jornada. É nessa autoavaliação que você vai elencar suas qualidades e dificuldades para encontrar meios de melhorar.

Ter empatia! Sim, reconhecer e entender o outro, os sentimentos, medos, desejos é um ponto fundamental para um empreendedor de sucesso. Compaixão e solidariedade são as palavras-chave.

Seja e mantenha-se positivo! Por mais difícil que pareça, não gaste tempo e muito menos energia em situações que não deram certo. Foque na solução!

Aprenda sempre, e compartilhe seus conhecimentos com seus colaboradores. Essa troca de conhecimento e o estudo constante ajudam a mente a formular novas ideias.

E por fim entra o relacionamento interpessoal, que é realmente estar perto dos seus colaboradores. Conhecer a fundo as aptidões, qualidades, dificuldades e limitações. Ouvir os colaboradores e as suas opiniões e ideias.

A inteligência emocional nos negócios tem como base esses pontos, mas pode ir além disso. Por isso é importante ler livros que tratam do assunto, mesmo aqueles que não falam de uma forma direta para o mundo corporativo ou para o empreendedor. Ter inteligência emocional na vida pessoal pode refletir nos outros campos da vida. Pense nisso!

Deixe uma resposta

0 comentários

Ler depois

Compartilhar